quarta-feira, 17 de junho de 2015

PLANEAMENTO ESTRATÉGICO, TÁCTICO E OPERACIONAL - Trabalho Elaborado e Organizado Por Vieira Miguel Manuel

INTRODUÇÃO



Toda empresa ou organização conta com três níveis de administração, decisão e operação. Podemos dizer que, o planeamento é um processo desenvolvido com o objectivo de alcançar uma determinada situação almejada, ou seja, é a preparação para o alcance dessa "situação", que ocorre através de um planeamento bem feito, optimizando os recursos da organização e tornando-os mais eficiente e eficaz em sua aplicabilidade. Os principais fundamentos de um bom planeamento, são: a definição dos objectivos e a concepção de planos que integram e coordenam as actividades da organização de forma a atingir esses objectivos.

Um planeamento empresarial é importante por diversos factores, entretanto, podemos destacar os que seriam chamados e conhecidos por "factores essenciais", como por exemplo: o senso de direcção, a maximização da eficiência, a redução dos impactos ambientais (internos e externos), a definição dos parâmetros de controlo administrativo e a potencialização do autoconhecimento organizacional. Podemos dizer, que no geral, existem três níveis de planeamento empresarial, a diferenciação deles ocorre em termos relativos e se fundamenta em quatro aspectos, onde nós temos o nível de decisão, o horizonte temporal, a especifidade e a amplitude de efeitos. Esses aspectos definem os três níveis de planeamento empresarial, podendo ele ser, estratégico, táctico ou operacional.




PLANEAMENTO ESTRATÉGICO, TÁCTICO E OPERACIONAL


PLANEAMENTO ESTRATÉGICO

O planeamento estratégico é aquele que define as estratégias de longo prazo da empresa. Esse planeamento contribui na definição da visão, missão e valores da organização. Também colabora com a concepção dos objectivos (metas), e da análise dos factores internos e externos da companhia. O planeamento estratégico é o mais amplo dos três e abrange toda a organização. No geral, podemos resumi-lo como um processo gerencial que possibilita estabelecer o rumo a ser seguido pela empresa, com vistas a obter um nível de optimização na relação da empresa com o seu ambiente.

O planeamento estratégico é um processo permanente e contínuo, sendo sempre voltado para o futuro. Ele visa a racionalidade das tomadas de decisão e a alocação dos recursos organizacionais da forma mais eficiente possível, o que acaba gerando mudanças e inovações na companhia. Em sua maioria, as decisões estratégicas da empresa são tomadas pelos proprietários, CEO, presidente, directoria, porém, dependendo da forma como a organização concebe seus processos. É importante lembrar que os ocupantes de cargos estratégicos devem evitar ao máximo actividades administrativas de nível táctico e actividades de execução de nível operacional.

PLANEAMENTO TÁTICO

O planeamento táctico é aquele que faz a intermediação entre o nível estratégico e o operacional. Geralmente, o planeamento táctico é projectado a médio prazo e abrange cada unidade da organização, ele traduz e interpreta as decisões do planeamento estratégico e os transforma em planos concretos dentro das unidades da empresa. Cada unidade, em específico, procura atingir seus próprios objectivos, que varia desde optimizar determinada área de resultado até utilizar de modo eficiente os recursos disponíveis.

O planeamento táctico também integra a estrutura da organização para fazer frente aos desafios estratégicos, desdobrando os objectivos institucionais em objectivos departamentais. No geral, os integrantes desse nível devem se apropriar da estratégia para desdobrá-la em acções concretas nas suas áreas e processos ou sub processos de actuação. É o nível da gerência média ou intermediária. Podemos dizer que o plano táctico tem por finalidade especificar de que modo o seu sector, processo ou projecto ajudará a alcançar os objectivos gerais da organização.

PLANEAMENTO OPERACIONAL

O planeamento operacional, é a formalização dos objectivos e procedimentos, ou seja, a implementação das acções previamente desenvolvidas e estabelecidas pelos baixos níveis de gerência (nível táctico). Tem como principal finalidade desdobrar os planos tácticos de cada departamento em planos operacionais para cada tarefa. É de conhecimento mútuo que o planeamento operacional possui um curto alcance (o menor dos três níveis de planeamento), estando directamente ligado com a área técnica de execução de um determinado plano de acção.


Podemos dizer, que ele envolve cada tarefa ou actividade de forma isolada, preocupando-se com o alcance de metas bastante específicas. O planeamento operacional ajuda a colocar em prática os planos tácticos de cada sector da empresa, criando condições para a realização mais adequada dos trabalhos diários que são executados dentro da organização. Uma de suas principais características é a formalização, principalmente, por meio das metodologias estabelecidas e formalmente designadas em documentos corporativos. É importante lembrar que, cada planeamento operacional deve conter: os recursos necessários para sua implantação, os procedimentos básicos a serem adoptados, os resultados esperados, prazos estabelecidos e os responsáveis pela sua execução.




CONCLUSÃO



O planeamento estratégico, de forma resumida, nos mostra que seu alcance afecta a organização como um todo, definindo sua visão futura e seus principais objectivos. Por outro lado, o planeamento táctico é o conjunto de tomada deliberada e sistemática de decisões sobre empreendimentos mais limitados, de prazos médios, níveis de hierarquia mais baixos e menor amplitude na organização. Resumindo, o planeamento táctico é voltado para um futuro próximo, de forma complementar ao estratégico, ele é racional em suas decisões e está relacionado à mudança e inovação. Basicamente, o plano táctico actua como uma técnica de coordenação de actividades que pode ser contínua, cíclica ou iterativa.


Concluindo a análise, o planeamento operacional, por outro lado, é onde estão todos os colaboradores que "não tomam decisões estratégicas ou tácticas", as metas, os indicadores de desempenho organizacional e as recompensas elaboradas no nível táctico são aplicadas na prática no nível operacional. Portanto, nós percebemos que os três níveis de planeamento empresarial não se diferenciam de forma concreta, actuando apenas como um processo continuado e integrado, que se inicia através do planeamento estratégico que define os objectivos e metas organizacionais, alcançando os níveis de planeamento táctico que traduz e planeja as acções e actividades dos departamentos e posteriormente os planos operacionais de aplicação imediata na organização.

Comente com o Facebook: