sexta-feira, 4 de novembro de 2016

RECOLHA DE DADOS - Trabalho de Escola - by Vieira Miguel manuel

Instituto Superior Integração Nacional


INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS
LICENCIATURA EM GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO


                                            









ESTATÍSTICA







RECOLHA DE DADOS

















LUANDA
2016
INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS
LICENCIATURA EM GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO







ESTATÍSTICA



RECOLHA DE DADOS



INTEGRANTES:

Celma Miguel....................98,9%
Engrácia Fernandes.........100%
Francisca Cambuanda.....98,9%
Hermenegilda Nhanga.....98,9%
Isabel Toko.......................100%
Maria Vita..........................100%
Marta Bunga.....................100%




Trabalho de pesquisa bibliográfica apresentado ao Instituto Superior Politécnico de Integração Nacional na disciplina de Estatística como requisito parcial para obtenção de notas.


Orientador: Pedro Mira





LUANDA
2016


DEDICATÓRIA

Dedicamos este trabalho ao nosso professor, Pedro Mira, e aos nossos familiares e amigos, abrangendo também a todos aqueles que de forma directa ou indirecta nos tem apoiado na nossa carreira estudantil.




AGRADECIMENTO

Dificilmente o presente trabalho teria sido concretizado sem a solidariedade e o estímulo intelectual que, de diferentes formas, nos foi proporcionado por colegas, amigos e familiares.

Agradecemos também aos estudantes do Instituto Médio Politécnico nº 4072 que tornaram possível a colheita de dados.

Não poderemos deixar de particularizar este reconhecimento aos que mais implicados estiveram neste percurso: Ao nosso querido professor Pedro Mira, por ter nos dado este tema que foi bastante proveitoso.

A todos o mais sincero nosso agradecimento.


RESUMO

O trabalho de carácter  exploratório, descritivo e quantitativo, realizado na escola nº 4072, com o objectivo de  abordar a generalidade descritiva a respeito da recolha de dados estatísticos bem como descrever os fenómenos para identificação, análise e interpretação de informação para a recolha de dados estatísticos. Os resultados obtidos foram os seguintes: constatou-se que a média e a mediana da faixa etária dos estudantes é de 17 a 18 anos equivalente a 48%. Quanto ao peso,  dos 302 (100%) entrevistados o maior índice foi entre 52 a 96 (76%). No que concerne à frequência de irmãos, dos 302 (100%) entrevistado o maior índice foi de 4 a 7 (41%). Em ralação ao género dos 302 (100%), 233 (77%) são homens. E por fim, na escolha para o curso universitário, o mais escolhido foi engenheira com um total de 282, ou seja, 93%.

Palavras-Chave: recolha de Dados. Análise. Interpretação.



ABSTRACT

The work of exploratory, descriptive and quantitative, held at school No. 4072 in order to address the descriptive general regarding the collection of statistical data and describe the phenomena for identification, analysis and interpretation of information for the collection of statistical data . The results were as follows: it was found that the mean and median age of students is 17 to 18 acount for 48%. Regarding weight of 302 (100%) subjects the highest index was from 52 to 96 (76%). Regarding the fre-quency of siblings, the 302 (100%) respondent was the highest index from 4 to 7 (41%). In the gender of grating 302 (100%), 233 (77%) are male. Finally, as the choice for the university course, the most chosen was an engineer with a total of 282, ie 93%.

Keywords: Data collection. Analysis. Interpretation.
LISTA DE TABELAS















Este trabalho tem como tema a recolha de dados estatísticos. A abordagem da estatística aumentou no séc. XXI para incluir a acumulação e análise de dados de maneira geral. Hoje, a estatística é alargadamente aplicada nas ciências naturais e sociais inclusive na administração pública e privada. A estatística é a ciência que se ocupa na recolha, organização, análise e interpretação de informação com a finalidade de inferir de um conjunto limitado de informação para todo e eventualmente prever a evolução futura de um fenómeno.


Este trabalho justifica-se na medição do erro que existe entre a estimativa do quanto uma amostra representa adequadamente a população da qual foi extraida.



·         Abordar a generalidade discritiva a respeito da recolha de dados estatísticos.


·         Descrever os fenómenos para identificação, análise e interpretação de informação para a recolha de dados estatísticos;

·         Definir a importância da recolha de dados estatísticos nas instituições.


Para que serve o lavantamento de dados estatísticos?



O levantamento de dados estatísticos serve para analisar os métodos de recolha, organização e interpretação de dados assim como tirar conclusões sobre as características das fontes de onde este foram retirados para melhor compreender as situações


Trata-se de um estudo exploratório, descritivo de natureza quantitativa do tipo revisão de literatura obtida por meio de pesquisa bibliográfica. Essa modalidade de estudo promove a análise e síntese da informação disponibilizada por todos os estudos relevantes publicados sobre um determinado tema, de forma a resumir o corpo de conhecimento existente e levar a concluir sobre o assunto de interesse.

A estratégia para o levantamento bibliográfico procedeu-se a coleta, seleção, análise e interpretação da literatura pertinente ao assunto.

Durante a pesquisa bibliográfica a organização que se fez necessária para conseguir reunir material adequado ao propósito da pesquisa. Cumpre assinalar que se sistematizou a congruência e as contradições encontradas na literatura e os trabalhos que se relacionaram diretamente ao assunto.


O método de estudo de caso procura manter juntas como uma unidade àquelas características importantes para o problema que está ser cientificamente investigados. O presente estudo foi realizado no Instituto Médio Politécnico de Cacuaco Nº 4072, onde foi feito inquérito externo com uma amostra de 302 estudantes, visto que não se conseguiu estabelecer contacto com os órgãos reguladores do mesmo.




A estatística é uma ciência que se dedica à colheita, análise e interpretação de dados, preocupa-se com os métodos de recolha, organização, resumo, a interpretação de dados assim como tirar conclusões sobre as características da fonte de onde este foram retirados para melhor entender a situação.


O seu objectivo principal é fazer com que o estudante tenha consições de descrever, interpretar e apresentar resultados de um conjunto de observações de forma clara e objectiva e passando o máximo de informações possíveis, para identificar relações de variáveis que representam ou não causa e efeito.


As variáveis classificam-se em quantitativa e qualitativa.

Variável Quantitativa é aquela é mensurável.
Exemplo: Idade, peso, altura, notas etc.

Variável Qualitativa é aquela que não é mensurável.
Exemplo: Gosto, sabor, cor etc.


Muitas vezes, ao fazer determinado estudo estatístico, recolhe-se grandes números de dados que visam o comportamento global de uma população ou amostra.

Após a recolha de dados e para a sua melhor comprrensão e interpretação, deve se ter cuidado na sua apresentação.
 











































































































































































Por vezes, observa-se uma variável quantitativa para cada célula de uma tabela que cruza duas variáveis qualitativas.

Neste caso, em cada célula da tabela tem-se valores de uma variável quantitativa e não a frequência como no caso das tabelas de contingência. Nos dados destas tabelas tem interesse em comparar-se os números de linhas e colunas, o que leva-nos a chamarmos de tabela de duplo efeito (efeito linha ou efeito coluna).


Consideram-se dois atributos A e B qualitativos ou quantitativos com  e  modalidades respectivamente que admite-se a observação de uma variável quantitativa. que representam os efeitos em linhas e colunas.







Curiosamente, nos dois períodos de aulas na escola 4072, pudemos constatar que a média e a mediana da faixa etária dos estudantes é de 17 a 18 anos equivalente a 48%. Quanto ao peso,  dos 302 (100%) entrevistados o maior índice foi entre 52 a 96 (76%). No que concerne à frequência de irmãos, dos 302 (100%) entrevistado o maior índice foi de 4 a 7 (41%). Em ralação ao género dos 302 (100%), 233 (77%) são homens. E por fim, na escolha para o curso universitário, o mais escolhido foi engenheira com um total de 282, ou seja, 93%.




BUSSAB, Wilton. Estatística Básica.  Saraiva. 5ª edição. 2006. 540p.

MANN, PREM S. INTRODUÇÃO à estatística. LTC. 5ª Edição, 2006. 774p.

MILONE, Guiseppe. Estatística Geral e Aplicada. Thomson Pioneira. 498p. 1ª edição. 2003

MOORE, David S. A estatística Básica e sua Prática. LTC. 3ª edição. 2005. 688p.

TRIOLA, Mário F. Introdução a estatística LTC. 10º Edição, 2008. 722P.

WHITE. John S.; WITTE, Robert S. Estatística. Ltc. 7ª Edição. 2005. 506p






ANEXOS

Anexo I: Inquérito

Este inquérito é destinado a uma pesquisa de campo referente ao estudo estatístico que tem como objectivo estudar as características comuns entre os estudantes pertencente nesta instituição (IMPC), damos o nosso voto de confiança que os dados ou informações colhidas será confidencial.

Levantamento de dados estatísticos sobre: idade, peso, número de irmãos, curso que pretende seguir na universidade.
Idade: 15 a 17           17 a 19           19 a 21            21 a 23            23 a 25
 


Peso: 40 a 43            43 a 46           46 a 49             49 a 52           52 a 96
 


Irmãos: 1 a 4               4 a 7              7 a 10             10 a 13            13 a 15

Cursos Universitários:
 


Saúde
Engenharia
Gestão
Ciências Sociais







Comente com o Facebook: