terça-feira, 6 de outubro de 2015

REGISTO DE ENFERMAGEM - 01

INSTITUTO SUPERIOR Inocêncio NANGA (iSpin)
DEPARTAMENTO DE Ciências da Saúde
Licenciatura em ENFERMAGEM









Registo DE ENFERMAGEM







Nome: Luísa Rodrigues de Sousa
Sala: 2
Nº: 134










A DOCENTE

_____________________
Loreta Rodrigues




LUANDA
2015
SUMÁRIO





 




O Presente Trabalho de Investigação intitulado "Os Registos de Enfermagem" enquadra-se no Âmbito do Trabalho do Curso de Licenciatura em Enfermagem, nenhum Instituto Superior Inocêncio Nanga. Os Registos de Enfermagem São hum instrumento imprescindível no dia-a-dia dos Enfermeiros, that when NÃO existem, or São ELABORADOS de forma incompleta, interferem Directamente na Qualidade dos Cuidados de enfermagem. Se Estes FOREM ELABORADOS de forma Correcta permitem that OS Cuidados Sejam individualizados, contínua e de Melhor Qualidade. E TAMBÉM ATRAVES destes Que OS Enfermeiros afirmam A SUA Autonomia e that um enfermagem TEM Fundamento Científico e Não Se reduz à Rotina (Pinho, 1997, p. 32-33).


A Preocupação EM MUITAS Estudar de este tema surgiu EM instancias Durante o Período de ensino clínico de enfermagem, dada A SUA importancia Dentro das Instituições da Saúde.

Trata-se portanto, de Um tema that PODE Ser considerado de Interesse generalizado Uma Vez Que, OS Registos Constituinte Uma Actividade abrangente e indispensável Às Organizações, em especial no que se Instituições de Saúde, POIs, de o Conhecimento Sobre os Registos de Enfermagem, Profissionais parágrafo OS de Saúde, Torna-se Uma Actividade de extrema relevancia. Portanto, o Sentido Neste, Nasceu um Motivação Para desenvolver este Trabalho, Que certamente contribuirá parágrafo NÓS Como Alunos de Enfermagem e Outros Técnicos de Saúde tenham Mais Conhecimentos Sobre os Registos de enfermagem, possibilitando uma Aplicação OE Aperfeiçoamento de Competências.

O tema vai possibilitar nsa Aumentar OS Conhecimentos Sobre o MESMO, de forma Que, Como Profissional de Saúde, consigamos dar RESPOSTA, de forma plena, AOS Cuidados de enfermagem.

Os Registos de Enfermagem São Fontes de Informações sobre o estado de Saúde do utente, servem de SUPORTE PARA legal o Enfermeiro, expressam a Qualidade dos Cuidados prestados, e POR ISSO, NÃO devem apresentar irregularidades, mas sim, devem Estar Escritos de forma clara e completa de MoDo Que Sejam hum instrumento de Trabalho Para Todos OS Profissionais.

Para o Estudo Em Questão, elencou-se OS seguintes Objectivos that also permitem Orientar O Processo de Investigação.



Elencou-se Como Objectivo Geral: Demonstrar a importancia Que OS Registos de enfermagem TEM Para uma Qualidade dos Cuidados.


Tendo em Conta o Objectivo Geral, houve uma necessidade de se delinear OS seguintes Objectivos Específicos:

·          Elencar como principais finalidades dos Registos de Enfermagem nsa Processos de Prestação dos Cuidados;

·          Mostrar a importancia da Implementação da Sistematização da Assistência de Enfermagem parágrafo um Melhoria da Qualidade dos Registos;
·          Realçar a importancia das Questões éticas Relacionadas com OS Registos de enfermagem;

Para dar a este RESPOSTA Problema, foi adoptado o Método de Abordagem qualitativo e Quantitativo, delineando AINDA parágrafo hum Estudo exploratório e descritivo.


Segundo Quivy e Campenhoutt (1998: 91) "A Concepção de Uma problematica equivale a elaborar Uma forma de encarar hum Problema e proporcionalidade Uma RESPOSTA original é uma pergunta de partida".

Neste SENTIDO o Problema Concentra-se no facto dos Enfermeiros Nem sempre valorizarem OS Registos de enfermagem, apesar de considerarem IMPORTANTES OS e OS Pará Fundamentos de Cuidados e Pará a Profissão. Isto É justifica-se Pelo facto de MUITAS vezes OS Registos Serem escassos OU inexistentes, com INFORMAÇÕES insuficientes, coerente Pouco, Não traduzindo uma Realidade fazer Desempenho dos Enfermeiros. Pois Hesbeen (2001: 142) enfatiza que "Os Registos NÃO devem Ser hum instrumento Obrigatório, mas hum instrumento Utilizado com prazer Porque Ajuda a Prática da arte de enfermagem."

A Equipe de Enfermagem POSSUI papel Relevante não treatment dos utentes. Como INFORMAÇÕES Sobre o estado de Saúde apreendidas Pela enfermagem nenhuma Acompanhamento do utente São de extrema importancia Pará como Tomadas de decisões e Tratamento fazer MESMO. Como INFORMAÇÕES when Não São registadas de forma clara e Sistemática, perdidas São Paulo, desvalorizadas NAS Tomadas de decisões Sobre o Tratamento do utente.

Hesbeen (2001: 142) Lembra-nsa que "Um Registo DEVE Ser considerado Como Uma Ajuda de Prática diaria. Se o Registo NÃO constituir Uma Ajuda PARA O Prestador de Cuidados Não Há Razão Para Que o utilizar. "

Consciente Desta problematica e da SUA importancia atribuída, considerá-se pertinente elaborar como seguintes Perguntas de partida:

Quais dificuldades como nd Realização de Registos de enfermagem?

Quais como Necessidades de Formação Sobre os Registos de enfermagem?









A Pesquisa de Documentos de e Pará fundamentais a Investigação, fornecendo AO Investigador O Estado de Conhecimentos de da Investigação a Realizar, Conhecimentos Ampliar, Estruturar O Problema de Investigação e designar ligações Entre o Seu Trabalho de eo de página Outros Investigadores. "Rever a literatura equivale a Fazer o Balanço do that foi Escrito nenhuma Domínio da Investigação em Estudo" (Fortin, 2003, p. 73).


O termo Registo E originario fazer "registro" latim Que significa "acto OU Efeito de registar", tendão Como Objectivo Concedente AOS Documentos Uma dados genuina (Lello cit., Em Dias et al., 2001, p. 56).

Segundo Carmo (cit em Bruges, 1987, p 141..):

"Os Registos de Enfermagem São Uma forma de Comunicação Escrita, that when correctamente ELABORADOS São Uma óptima forma de personificar OS Cuidados de enfermagem, contribuir Pará uma individualização do utente e consequentemente parágrafo Uma Melhor Qualidade dos Cuidados de Enfermagem um Prestar".

Os Registos de enfermagem possibilitam uma Comunicação de acontecimentos IMPORTANTES dos Doentes, constituindo hum elemento parágrafo fundamentais a Prestação e continuidade dos Cuidados devendo POR ISSO, Ocupar hum lugar de destaque no dia-a-dia dos Enfermeiros (Pinho, 1997, p. 33) .

Segundo o autor MESMO, para quê uma actuação de Enfermagem Não Se reduza À ROTINA e tenha Fundamento Científico e necessario that contenha Uma base de de Dados exactos, Concretos, Organizados e registados.

Para Kron (cit. Em Cartaxeiro, 2003, p. 25) "... Registos São Relatórios indicam Escritos that O Trabalho executado e OS Problemas solucionados Pela Equipa de enfermagem".

Segundo Roper (cit Cartaxeiro em 2003, p.25.) OS Registos São definidos Como:

"... Informação Acerca do utente, obtida turno em Cada, uma reproduz qua como intervenções planeadas e realizadas, Dados Novos Que servirão parágrafo Uma reavaliação dos Problemas do utente e Outras Queixas passageiras OU Exames efectuados that NÃO Constituinte Problemas de enfermagem, mas Que É Útil , o Enfermeiro fazer turno Seguinte sabre ".

Pinho (1997, p. 33) Afirma Que Pará se comparar, avaliar, MODIFICAR e adequar constantemente OS Cuidados prestados OU AOS uma Prestar Doentes, OS Registos devem sor atempados e exactos parágrafo poderem fundamentar decisões e intervenções.

Segundo Gonçalves (2008, p. 222) como OS s Registos de enfermagem asseguram a continuidade dos Cuidados, Estes contribuem Pará uma identificação das alterações da Situação e condições dos Doentes, ajudando a detectar Novos Problemas ea avaliar OS Cuidados prestados.

Fortes (cit. Em Gonçalves, 2008, p. 222) Afirma Que OS Registos de enfermagem, São Registos de Informações relativas AOS Doentes, Organizados de forma a reproduzir OS Factos Pela Ordem that Estes acontecem.

Segundo Roper (cit em Rodeia, 1993, p 90..):

"É Difícil justificar a existencia da Profissão de Enfermagem se Benefícios OS NÃO poderem Ser medidos. A Medição Desses Benefícios Só poderá Ser Feita, atraves da efectivação de Registos adequados ".

Para Que a Profissão de Enfermagem NÃO SEJA Simplesmente Empirica, E necessary registar todos OS Cuidados prestados AOS Doentes, possibilitando Uma Apreciação Crítica, Tendo em Conta a Evolução do Doente. Só poderão Ser prestados Cuidados de enfermagem adequados e Científicos se tivermos Conhecimentos das Necessidades dos Doentes, Cuidados prestados e Resultados obtidos, O Que SO SE consegue Obter atraves dos Registos (Rodeia, 1993, p. 90).

Os Registos de Enfermagem São utilizados parágrafo registar OS Tratamentos de enfermagem, um dos Doentes RESPOSTA AOS mesmos e como OBSERVAÇÕES Sobre os Doentes (Atkinson et al. Cit., Em Gonçalves, 2008, p. 222).

Du Gás (cit. Em Rodeia, 1993, p. 91) Afirma Que Registo "E uma Comunicação por Escrito de Factos Essenciais, parágrafo Manter Uma História Contínua dos eventos, Por Um Período de tempo".

Para Rodeia (1993, p. 91) OS Registos de enfermagem Fazem parte da Comunicação verbal Escrita, Sendo Essenciais Para Que OS Profissionais de enfermagem comuniquem Entre si.

Citando Pinho (1997, p 33). Registar "constitui hum Veículo de Comunicação Enfermeiro / Doente; Enfermeiro / Enfermeiro e Enfermeiro / Equipa de Saúde ".

Cartaxeiro et ai. (2003, p 27). Afirma Que a Elaboração dos Registos DEVE Respeitar algumas Regras Tais Como:

·          Ter letra legível, Para Que se estabeleça Uma Comunicação valida;
·          Cor azul UO preta Segundo a Instituição;
·          DEVE-SE Colocar uma hora de dados ea um that São Realizados Registos OS;
·          Cumprir Uma Ordem cronológica, de um Modo permitir avaliar a Evolução dos Acontecimento, mencionar Diferentes Manifestações / reacções dos Doentes;
·          Não Se Linhas DEVE escrever between UO rasurar, Para Que Sejam legíveis e Legais, se Houver Algum engano, Fazer hum círculo à volta, indicando o Erro, assinando e datando, começando Um Novo Registo;
·          Preencher Espaços OS em branco com Uma Linha recta e Evitar abreviaturas;
·          Registar APENAS Cuidados efectuados cabelo proprio;
·          De: Não adiantar Registos e Assinar legivelmente nenhuma FIM.

Segundo Rodeia (1993, p. 93) that Pará como notas de enfermagem Sejam hum Registo completo, devem Conter comportamentos e Outras OBSERVAÇÕES Que Sejam consideradas pertinentes Ao estado Geral de Saúde do Doente, Como Medidas terapéuticas executadas, Medidas prescritas cabelo médico e realizadas cabelo Enfermeiro, Acções de enfermagem Para satisfazer Necessidades Específicas e respostas do Doente.

Segundo Pinho (2007, P. 36) OS Registos de enfermagem devem sor Sintéticos, concisos, precisos e Objectivos, devendo Todas intervenções como fazer Enfermeiro, registadas Serém, pois Não É aceitável NEM correcto Que fazer vasto Trabalho do Enfermeiro Pouco Fique Registado, Sendo Que Tudo o Que É Registado è importante Para a Segurança e eficacia do Trabalho efectuado.

Soveral (2001, p. 61) Afirma Que somos MUITAS vezes movidos a Pensar Que OS Registos ELABORADOS Pelos Enfermeiros NÃO traduzem uma Prática clínica, Uma Vez Que Diversas vezes Estes Fazem Registos Escritos superficiais, e Dão INFORMAÇÕES orais Essenciais Sobre os Doentes, "Parece Que OS Enfermeiros ousam FALAR, Mas Não ousam Escrever ".


Segundo Costa (1994) e Ramalhão (1996) existem Três Tipos de Registos (cit em Pereira, 2005. p 59..):

Registos de admissão, Registos de Evolução e Registos de Alta / Transferência.

Segundo Costa (cit. Em Pereira, 2005, p. 59) OS Registos de admissão devem Conter Dados bibliográficos, História e clínica social.

Pereira (2005, p. 59) Afirma Que o Enfermeiro, aquando da admissão, DEVE colher o Máximo de Informação Possível.

Para Costa (cit. Em Pereira, 2005, p. 59) OS Registos de Evolução consistem no Registo de Todas quanto INFORMAÇÕES Sobre os Doentes, referentes a UO turno Cada um Cada contacto Doentes com OS.

Os Registos de Evolução relatam INFORMAÇÕES fazer Doente, apos a Prestação de Cuidados, Sendo de grande importancia Pará uma continuidade dos Cuidados.

Os Registos de Alta / Transferência TEM POR Objectivo dar continuidade AOS Cuidados de enfermagem aquando da Alta / Transferência, Para Que Todas quanto INFORMAÇÕES Relevantes da Condição fazer Doente possam Chegar um OUTRAS Instituições (Pereira, 2005, p. 60).

Segundo Ramalhão (cit. Em Pereira, 2005, p. 60) OS Registos de Alta / Transferência devem ter INFORMAÇÕES Relevantes Sobre os Problemas de enfermagem, como Causas, intervenções de enfermagem aconselhadas, Ensinos Realizados AOS Doentes / Família Bem Como tão Medidas Tomadas Pará Reabilitação e Reintegração um social.

Os Registos de Alta / Transferência São ASSIM Essenciais Para a Transmissão de Informações, evita Perdas de tempo, contribui parágrafo Uma Melhor eficacia e Eficiência na Prestação de Cuidados assegurando a continuidade dos mesmos e transmite Mais Segurança tanto Ao Doente Como anova Equipa de Enfermagem (Pereira , 2005, p. 60).


Segundo Cartaxeiro (2003, p. 27) OS Registos TEM Como finalidades descrever uma Condição, Passada e Presente, de Saúde do Doente, Divulgar INFORMAÇÕES IMPORTANTES Pela Equipa de Saúde, desenvolver e uniformizar Uma Metodologia de Transmissão de Informação, avaliar a Qualidade dos Cuidados prestados, auxiliar na Gestão dos Recursos Humanos e na Investigação em enfermagem e interferir na decisão do Método de Formação em Serviço.

Para Rodeia (1993, p 91). OS Registos de enfermagem TEM Como finalidades:

·          Apresentar um Informação de hum MoDo lógico e explícito, facilitando o Acesso a Dados, utilizáveis ​​e imprescindíveis;

·          Avaliar a Qualidade dos Cuidados de enfermagem prestados;

·          Facultar Dados Sobre o Progresso ou Não, da Condição Clínica do Doente e identificar Necessidades, permitindo Fazer Uma Análise retrospectiva;

·          Particularizar OS Cuidados de enfermagem Para Que se tenha Acesso a reacções indivíduos, permitindo elaborar OS Planos de Cuidados;

·          Fornecer INFORMAÇÕES completas Acerca do Doente, tanto actuais Como Antecedentes fazer Doente de para analisadas Que possam Ser;

·          Assegurar o seguimento do Planeamento dos Cuidados de enfermagem e reconhecer como Necessidades do Doente, Por Toda a Equipa multidisciplinar, base Uma proporcionando de INSTRUÇÕES Claras com o Objectivo de COMUNICAR e auxiliar nsa Cuidados destacados diretores e Globais.

·          Servir Como Método de avaliação, de um Modo rever, analisar e estabelecer Resultados Pará permitir uma SUA continuidade;

·          Fornecer Documentação legal, Servindo Como prova dos Cuidados prestados;

·          Contribuir parágrafo Trabalhos de Investigação, parágrafo aperfeiçoar OU MODIFICAR um DAS actuação Instituições;

·          Facilitar a Gestão Hospitalar.


Segundo Gonçalves (2008, p. 221) OS Registos de enfermagem tem, principalmente, Como finalidade, fornecer INFORMAÇÕES Sobre os Cuidados prestados, de forma a assegurar a Comunicação Entre uma Equipa multidisciplinar, de Modo a garantir a continuidade das INFORMAÇÕES, pois estas São imprescindíveis Para uma Compreensão mundial dos Doentes Castilho et al. (cit. em Gonçalves, 2008, p. 221) acrescenta Que Se OS Registos FOREM Bem-Feitos, repetidas Não São como mesmas Questões AOS Doentes.

Para Dias et al. (2001, p. 268) "registar E Acima de Tudo COMUNICAR". Os Registos de enfermagem TEM Como diretor Objectivo COMUNICAR Factos Relevantes dos utentes. Os Objectivos dos Registos São: "a Comunicação Entre uma Equipa multidisciplinar, permitir a individualização dos Cuidados, facilitar o Planeamento ea continuidade dos Cuidados".





Há Mais de Um Século that Registos assumem Enorme importancia, de modo, that uma Documentação realizada demonstre como repercussões negativas Positivas UO dos Cuidados de Enfermagem Sobre o estado de Saúde do individuo (2007 Cunha et al., P.1).

Florence Nightingale atribuía grande importancia AOS Registos de enfermagem, Fazendo Críticas à falta de Informação, apelando a Que se registasse INFORMAÇÕES Sobre a Evolução e Dados Essenciais, descritos de forma clara e fossem avaliados OS Resultados esperados (Dias et l. 2001, p. 56 ).

AINDA Segundo o autor MESMO, Virgínia Handerson afirmava que:

"Um plano Escrito Força aqueles Que o preparam um dar Alguma Atenção Às Necessidades indivíduos dos patients, informa a todos OS that Vao Prestar Cuidados Ao utente, qua uma Sequência um Seguir na Prestação Desses mesmos Cuidados".

Os Registos parágrafo Cartaxeiro et al. (2003, p. 27) São Muito IMPORTANTES Uma Vez Que, cooperam para o Desenvolvimento da Profissão certificando uma vertente Científica, impulsionam a Autonomia Profissional, descrevem o nivel de Intervenção dos Profissionais, reproduzem e explicam o Desempenho Profissional e contextualizando Situações concretas.

Para Dias et al. (2001, p. 268) OS Registos de Enfermagem São de Fundamentos, devendo POR ISSO Ser rigorosos, completos e Feitos correctamente, Porque Estes São uma prova Escrita das Práticas de Enfermagem. São OS Registos de enfermagem Que Dão distinção Ao Seu Trabalho, Fortalecendo a SUA Autonomia e Responsabilidade Profissional.

Pereira (2005, p. 58) Afirma Que OS Registos de Enfermagem São Essenciais Para a Prestação de Cuidados, individualização e continuidade dos Registos e para o Desenvolvimento do Trabalho em Equipa.

Segundo Ramallhão (cit. Em Pereira, 2005, p. 59) "a importancia atribuída AOS Registos de Enfermagem, confirmam Todo o acto de Cuidar".


Como, comunique Alfaro (cit. Em Silva, 1995, 21 p.) "Os Registos Constituinte hum Documento ATRAVES legais fazer qua PODE Ser avaliada a Qualidade dos Cuidados prestados".

Os Registos de enfermagem fornecem uma Documentação legal, com um rápido Qual o Enfermeiro se poderá defender de Uma acusação. Segundo Doenges et al (cit. Em Silva, 1995, p. 22) "do Ponto de vista legal, se hum Acontecimento / Actividade NÃO ESTÁ Registado, Não ocorreu ou Não foi praticado".

Segundo Rodeia (1993, p 93). Para Que OS Registos sirvam de prova legal, TEM that Cumprir algumas exigências Legais:

·          O Enfermeiro NÃO DEVE OU rasurar escrever Linhas between, Porque PODE Ser acusado de tentar Change OS Registos. Se ocorrer Algum engano desen Colocar hum círculo à volta do Erro, Assinar e datar.

·          De: Não DEVE deixar Espaços em branco. Se Ao Terminar o Registo restar Linha em branco ESTA DEVE Ser preenchida com Uma Linha recta, de um Modo assegurar Que o Registo NÃO Venha a Ser Alterado posteriormente.

·          Registar APENAS Dados. NÃO devem Ser Feitos julgamentos OU NÃO Tiradas CONCLUSÕES fundamentadas e that NÃO tenham QUALQUÉR valor legal.

·          Nunca if DEVE USAR expressões that NÃO forneçam Informações Úteis Sobre os Cuidados that were ou Não, prestados, DEVE-SE Específica-los e NÃO generalizar.

·          Os Registos devem Ser Feitos frequentemente. A nivel legal, se hum Doente Não Tem Registos VARIAS de Durante horas, poderá Interpretado ser, that Durante Esse ritmo em that o Doente Não Tem Registos, Não Teve QUALQUÉR tipo de Assistência.

·          O registar Enfermeiro DEVE sempre como Medidas Que Tomou parágrafo Evitar Certas Complicações that o Doente poderá vir a ter.

·          Sempre that para Tomada QUALQUÉR Medida não SENTIDO de Manter a Segurança, ESTA DEVE Ser Registada.

·          De Todos os Registos that FOREM efectuados deverão sor de Cuidados prestados cabelo Proprio e Não Por Outros. Mas se n'uma Situação de urgencia, medicação UMA para dada POR Outro Enfermeiro, ESTA DEVE Ser Registada Tendo o colega Que deu uma medicação o cuidado de conferir se o Registo ESTÁ correcto.

Registos OS devem "transmitir com rigor Tudo O Que se Passou é Tudo o Que É Importante Partilhar" (Hesbeen, cit., Em Leal, 2006, p. 41), Uma that vez, se para instituído hum Processo contra hum Enfermeiro, se OS Registos NÃO reproduzirem OS Cuidados prestados e apresentarem omissões, São that Estes servem Como prova dos Cuidados prestados, apesar destes poderem ter Sido eficazes (Leal, 2006, p. 41).

OS Registos de Enfermagem Tem de Ser "fidedignos, confidenciais e sem ambiguidades" possam sor Para Que hum Documento legal (Pinho, 1997, p.33).


Para Clarke (1977: 34) "Ética Significa hum código de Comportamento Sobre o termo moral (ética em enfermagem), incluem-se Valores e como Regras de Comportamento especialmente Relacionadas com a enfermagem".

Segundo Nunes, Amaral e Gonçalves (2005: 17) "Os Padrões éticos Profissionais assentam nenhuma moral básico Que É um Preocupação com o Bem-Estar de Outros Seres humanos".

Neste contexto OS Registos de enfermagem efectuados com ética São imprescindíveis parágrafo um Valorização da classe, um Meio de Comunicação between como Equipas multiprofissionais, e between OUTRAS PESSOAS envolvidas nsa Cuidados.

AINDA Nunes, Amaral e Gonçalves (2005: 17) realçam que "Nenhuma Amplo SENTIDO, entende-se um that enfermagem E UMA Profissão Cujo Propósito E responder especificamente como Necessidades de Saúde. Por ISSO OS Enfermeiros individualmente TEM o Dever de responder competentemente, AOS Compromissos assumidos ".

Segundo Elkin (2005: 16) "Os Enfermeiros São Obrigados, legal e eticamente um Respeitar um Confidencialidade da Informação respeitante AOS clientes".

Dai that Hesbeen (2001: 141) enfatiza que "QUALQUÉR Registo SEJA ELE qua para DEVE Respeitar a Natureza dos Cuidados e Neste Caso Ser Menos redutor Possível da Complexidade das Situações de vida Com que nsa defrontamos".

Na MESMA Linha de Pensamento Clarke (1977: 34) Confirma que "Um Enfermeiro DEVE possuir Integridade Pessoal de Modo uma Respeitar uma confidência de hum Doente Sobre os assuntos SEUS Pessoais".

Neste contexto Doenges e Moorhouse (2010: 115) ressaltam que "A E UMA Confidencialidade Questão ética e moral Que Tem de Ser respeitada POR de Todos os Profissionais em QUALQUÉR altura".

Segundo Nunes, Amaral e Gonçalves (2005: 106) "è importante ter em Conta o Critério de Utilidade e pertinencia da Informação recolhida that must servir parágrafo contribuir parágrafo a personalização dos Cuidados".

Desta Maneira Hesbeen (2001: 144) nos Diz que "Um Registo Escrito E NÃO necessary Só Para formalizar, mas also, e, Sobretudo parágrafo transmitir com rigor O Que Passou se é tudo o Que É Importante Partilhar".

Segundo Clarke (1977: 233):

O Relatório de enfermagem e Um dos Documentos that must Ser preenchido com Precisão, conscienciosamente e com Uma boa Apresentação. Constitui hum Registo legal, tanto dos Cuidados e Tratamento Que hum Doente recebe nenhum hospital, Como fazer Seu Progresso. Um Enfermeiro that Assinar hum Relatório DEVE assegurar de that O Que Está Escrito E exacto, Porque E legalmente Responsável cabelo Relatório that Assinou. A TRADUÇÃO DEVE Ser legível devendo-se Evitar-se abreviaturas, com o Propósito de Fazer hum Relatório Objectivo.

AINDA de a Acordo com Clarke (1977: 32) "o Enfermeiro E UMA parte da equipa de Investigação, Uma Equipa cujos Hábitos de Registos correctos, de Observação e de Atenção meticulosa fazer residem Pormenor como Tarefas Essências".

Segundo Sweearingen e Keen (2003: 17):

Existem Quatro Princípios predominantes utilizados na ética dos Cuidados: o fazer Respeito Pela Autonomia (reconhecer that each Doente TEM O Direito de Tomar decisões POR si proprio); o da NÃO maleficência (Não prejudicar o Doente); o da Beneficência (Ajudar o Doente) OE da Justiça (TRATAR o Doente com equidade).


Apos a Elaboração da Presente monografia, Podemos concluir that this contribuiu Pará
Quer aprofundar Conhecimentos na área dos Registos de enfermagem, Quer na Elaboração de Trabalhos Científicos.

Toda a literatura REFERÊ Que OS Registos de Enfermagem São hum instrumento necessary na Prestação de Cuidados nenhum dia-a-dia dos Enfermeiros, that correctamente ELABORADOS permitem a individualização, continuidade e Qualidade dos Cuidados prestados.


De a Acordo com tão Pesquisas e tendão em Conta a importancia dos Registos de enfermagem parágrafo OS Cuidados prestados, Serao apresentadas algumas Ideias Que, poderão SER MUITO pertinentes.

Acredita-se Que a Qualidade em enfermagem, portanto E Possível tendão Como Prioritário o Cuidar da pessoa na SUA globalidade, garantindo a SUA Segurança ea continuidade de dos Cuidados.

Por conseguinte E vital uma sensibilização de Todos os Enfermeiros, visto that they São Que se encontram Mais Próximo do utente e that MAIS INFORMAÇÕES produzem Acerca dos Cuidados enfermagem.

De hum MoDo Geral Verifica-se Que Existe Uma Certa carência de Informações Acerca dos Registos, Sugere-se ENTÃO, NA Investimentos Formação dos Profissionais de Enfermagem, parágrafo adquisição de Competências e posteriormente coloca-los em Prática.

E pertinente also a Criação de hum protocolo that must abordar uma forma Como DEVE Ser preenchido OS Registos de enfermagem, como abreviaturas normalizadas parágrafo tornar OS Registos uniformizados.








Adam, E. (1994). Enfermeira Sor. Instituto Piaget;

Cunha, A. e Mota, L. (2007). Sistema de Apoio à Prática de Enfermagem - Guia Prático. Lusociência;

Gonçalves, V. (2008). Anotação de Enfermagem. Em: Cianciarullo, T., Gualda, D., Milleiro,. E Anabuki, M. Sistema de Assistência de Enfermagem: Evolução e Tendências. 4ª Edição. São Paulo, Ícone Editora, pp.221-229;

Pereira, S. e Silva, P. (2000). Trabalho de Investigação Sobre Registos de Enfermagem com Linguagem da CIPE na UCIC fazer CHVNG. Escola Superior de Enfermagem de S. João.

Pinho, F. (1997). Objectividade e subjectividade dos Registos de enfermagem. Revista
Informar, nº11, 4º Trimestre;

Polit, D. um e Hungler, B. (1995). Fundamentos de Pesquisa em enfermagem. 3ª Edição. Porto Alegre. Editora Artes Médicas;

Revista Ordem dos Enfermeiros - Enfermagem em Portugal, 2008, p. 6;

Silva, A. (1995). Registos de Enfermagem: da Tradição Scripto Ao Registo informo. Porto, ICBAS;



Comente com o Facebook: