quarta-feira, 17 de junho de 2015

Recursos de Ensino e Sua Importância -Trabalho Elaborado e Organizado por Vieira Miguel Manuel

ÍNDICE





 


                                                                                                                              




















 


INTRODUÇÃO




O presente trabalho abordará sobre recursos ou meios de ensino, sua classificação os objectivos do uso de recursos de ensino, critério e princípio e sua importância. 

Os meios de ensino são componentes do ambiente, da aprendizagem que dão origem a estimulação para o aluno. Estes são o conjunto de elementos e equipamentos que se utilizam para facilitar a realização de processo do ensino e aprendizagem.



MEIOS DE ENSINO OU RECURSO DE ENSINO

Segundo o autor Pilette, define os meios de ensino como componentes do ambiente a aprendizagem que dão origem a estimulação para o aluno. Estes podem ser:

v O professor
v Os Livros
v Os mapas
v Objectos Físicos
v As Fotografia
v As Gravuras
v Os meios da comunidade
v Os meios naturais
v Os filmes

CLASSIFICAÇÃO DOS MEIOS DE ENSINO

Não há uma classificação de meios universalmente aceita. Algumas dessas classificações, são bastantes incompletas.

Tradicionalmente, os meios de ensino são classificados da seguinte maneira:

Meios Visuais:
v Projectores;
v Cartazes;
v Gravuras.

Meios Auditivos:
v Rádios;
v Gravações.
Meios Audiovisuais:
v Cinemas;
v Televisões
Meios Materiais:
v Do Ambiente:  Natureza (água, folha, árvores, etc.)
  Escola (quadros, cartazes, etc.)
v Da Comunidade: Bibliotecas, Indústrias, Repartições Públicas, etc.

Cabe ao professor, dentro da possibilidade da escola, seleccionar os recursos mais adequados para facilitar a aprendizagem dos alunos, de maneira a possibilitar-lhes vivências, através dos quais possam realizar uma aprendizagem mais eficiente.

A utilização dos recursos ou meios da comunidade, contribui para diminuir a distância entre a escola e a comunidade.

Os meios da comunidade apresentam as seguintes vantagens:

·        Trazem o valor da vida real a aprendizagem que se realiza na escola;
·        Reduzem o nível de abstracção;
·        Indicam o trabalho funcional da escola;
·        Abrem dupla via de comunicação entre a escola e a comunidade;
·        Ajudam o aluno a avaliar o que o mundo espera dele;
·        Constituem novas e ricas fontes de motivações.

IMPORTÂNCIA DOS RECURSOS AUDIOVISUAIS

Denominam-se recursos audiovisuais, aqueles que estimulam a visão e/ou audição.

Quanto a utilização dos recursos audiovisuais na sala de aula, Haidt destaca que devemos ter presente que o homem toma conhecimento do mundo exterior através dos cinco (5) órgãos de sentido.

Pesquisas revelam que
Aprendemos:
─ 1% através do gosto;
─ 1,5 % através do tacto;
─ 3,5% através do olfacto;
─ 11% através do ouvido;
─ através da vista.
Retemos:
─ 10% do que lemos;
─ 20% do que escutamos;
─ 30% do que vemos;
─ 50% do que vemos e escutamos
─ 70% do que ouvimos e logo discutimos, e
─ 90% do que ouvimos e logo realizamos.
Fonte: HAIDT, Regina Célia. Curso de Didáctica Geral. 2003. p. 156

Estes dados, revelam que cada um dos cinco órgão dos sentidos não têm a mesma importância e influência na aprendizagem; a percepção é a mais relevante e eficaz quando os sentidos são associados. Por isso, é importante associar os recursos orais e os visuais.
OBJECTIVOS DO USO DOS RECURSOS DE ENSINO

Quando usamos de maneira adequada, os recursos de ensino colabora para:

·        Motivar e despertar o interesse dos alunos;
·        Favorecer o desenvolvimento da capacidade de observação;
·        Aproximar o aluno da realidade;
·        Visualizar ou Concretizar os conteúdos da aprendizagem;
·        Oferecer informações e dados;
·        Permitir a fixação da aprendizagem;
·        Desenvolver a experimentação concreta;
·        Ilustrar noções mais abstractas.

CRITÉRIOS E PRINCÍPIOS PARA A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS DE ENSINO

Para que os meios de ensino realmente colaborem no 'sentido de melhorar a aprendizagem, na sua utilização devem ser observados alguns critérios e princípios.

Vejamos os princípios principais:

·        Ao seleccionar um meio de ensino deve-se ter em vista os objectivos a serem alcançados. Nunca se deve utilizar um meio só porque está na moda.
·        Nunca se deve utilizar um recurso. que não seja conhecido suficientemente de forma a poder empregá-lo correctamente.

·        A eficácia dos: recursos dependerá da interacção entre eles e os alunos. Por isso, devemos estimular nos alunos certos comportamentos que aumentam a sua receptividade, tais como a atenção, a percepção, o interesse, sua participação activa, etc.

·        A eficácia depende também das características dos próprios meios com relação as funções que podem exercer no processo de aprendizagem. A função de um cartaz, por exemplo, é diferente da do álbum seriado.

·        Na escolha dos meios deve-se levar em conta a natureza da matéria ensinada. Algumas matérias exigem maior utilização de e meios audiovisuais que outras. Ciências, por exemplo exigem mais audiovisuais do que matemática.

·        As condições ambientais podem facilitar ou ao contrário, dificultar a utilização de certos recursos, A existência de tomadas de energia eléctrica, por exemplo, exclui a possibilidade de utilização de retroprojector, projector de slides ou de filmes.

·        O tempo disponível é outro elemento importante que deve ser considerado. A preparação e utilização dos meios requerem determinado tempo e, muitas vezes, o professor não dispõe desse tempo. Então, deverá buscar outras alternativa, tais como, utilizar recursos que exigem menos tempo, solicitar a ajuda dos alunos para preparar meios ou recursos, solicitar ajuda de outros professor, etc.

IMPORTÂNCIA DOS MEIOS DO ENSINO

Os recursos do ensino têm a importância:

1.      Motivar e despertar o interesse pela aula,
2.      Favorecer o desenvolvimento da capacidade de observação,
3.      Aproximar o aluno da realidade (oferecem uma noção mais exacta dos factos ou fenómenos estudados)
4.      Concretizar os conteúdos
5.      Fixar a aprendizagem




CONCLUSÃO




De acordo com o que já foi apresentado sobre os meios de ensino-aprendozagem, concluímos que é importante considerar que cada um deles tem determinadas característica e a sua elaboração e aplicação requerer determinados cuidados, isso porque a aprendizagem é tanto mais eficaz quanto mais se possa realizar uma experiencia directa.

E a utilização de recursos ajuda a proporcionar aos alunos tais experiencias.



BIBLIOGRAFIA





MENDES, Maria da C. Barbosa. DIDÁCTICA GERAL, editora KATIJCED, Benguela/2008







Comente com o Facebook: